Translate this Page

Rating: 3.0/5 (472 votos)




ONLINE
1




Bate-Papo IPCO

  


Get your own Chat Box! Go Large!

 


Nosso Blog

Leia, siga, comente e seja abençoado.

Pastor Sérgio

  

 

 


Total de visitas: 88965
 
Faraó - O Sonho que quebra grilhões - Parte 2

Gênesis 41 - O Sonho de Faraó - Parte 2

 
Gênesis 41 – O Sonho de faraó – Parte 2
 
 
Deus para tudo para socorrer você.
 
 
Ninguém vai fazer o que é para você fazer para ser honrado. Você vai precisar agir e, agir, às vezes significa sair da situação inicial e fazer o que se apresenta, afinal é preciso aproveitar as oportunidades.
Para ir a presença de faraó você precisa estar bonito, bem alinhado, na presença do Senhor, você vem como está e é honrado. Deus não te deixa morrer envergonhado na masmorra. Muitas vezes, no momento de sua honra, os segredos serão revelados, tudo o que foi escondido, para barrar seu crescimento e honra, virá à tona.
Deus nos leva para um lugar inóspito, mas se não negarmos Ele vai nos dar vitória.
Para sermos abençoados, é necessário que tenhamos um coração arrependido.
Agora o sonho de faraó se cumpre e a fome enfim impera absoluta. Acabado os 7 anos de fartura, a fome começa a se alastrar e mesmo quem tem recursos finaceiros e riquezas diversas, descobre que precisa de alimento e, que este, só é possível de ser encontrado no Egito. No primeiro ano de fome, os filhos de Jacó sobem ao Egito. Sendo reconhecidos pelo governador do Egito, como sendo seus irmãos. José decide fazer um teste com seus irmãos, acusando-os de espiãos. Ao notarem a situação, os filhos de Jacó viram na situação um castigo divino, e mostraram-se culpados entre si, sem saber que sua linguagem era conhecida do Governador do Egito. Ao sairem da presença do homem, eles deixaram para trás, preso sob a acusação de espião, o irmão Simeão.
José e seus irmãosO tempo de novo, passa e, mais uma vez Jacó diz aos filhos para seguirem até ao Egito. Durante todo este tempo, seu filho Simeão estava preso naquele lugar. Agora o Pai, Jacó, não quer permitir que o filho Benjamim siga com eles para este lugar. Judá, seu quarto filho, o que resolveu pela venda de seu irmão José, no passado, agora se dá por fiador da vida do irmão mais novo.
 
De novo na presença do Governador, os filhos de Jacó são tratados de forma diferenciada por ele, que autoriza que seus servos sirvam a mesa obedecendo a ordem patriarcal, do maior ao menor.Só que o menor, Benjamim recebe tratamento preferencial entre os demais. Ao sairem da presença do Governador, este lança mais um teste entre os irmãos e, desta vez coloca no saco de cereal de seu irmão Benjamin o seu copo de uso pessoal. Copo ao qual ele atribuia poderes de adivinhação. Assim, envio no encalço de seus irmãos seus servos com ordem para trazer preso apenas que lhe roubara o copo. No ímpeto da acusação, seus irmãos condenaram com suas palavras ao que fosse o ladrão a viver como escravo do Governador e Egito. Ao descobrirem que filho adorado de Jacó, o que restara, agora seria tirado deles, Judá se coloca como escravo no lugar do irmão. Naquele momento de desespero, quando seus irmãos retornam à sua presença em situação de vergonha e ali se prostam, José vislumbra, por certo, a realização de seu sonho. Passado tudo, a situação esclarecida, a culpa transformada em pedido de perdão, toda a família de José sobe ao Egito. Toda a casa de Jacó se prosta diante do Governador do Egito: José.
Paralelo a saga da família de Jacó, faraó se apoderava de todos os territórios, pois com o fim do dinheiro e do material de escambo, os cofres do Egito aceitava agora posses territoriais para a aquisição de alimento. Com tudo isto faraó conquistou muitas terras.
José casou-se no Egito, teve dois filhos, o Primeiro Manassés, cujo nome significa desde então a condição de seu coração, Esqueci a minha dor – condição maior para sermos abençoados e liberar perdão. E seu segundo filho, Efraim, declara a benção e o agradecimento a Deus pela vitória conseguida no lugar de sua dor, a aterra onde foi afligido.
 
Fica claro através da vida de José que nào importa o lugar, mas se a pessoa permanecer fiel a Deus vai te abençoar.
José soube captalizar sua vida para honra e glória do Senhor:
 
  • Eu vim na frente para preparar o caminho.
  • Eu sou o canal de livramento da casa de meu Pai.
  • Por meu intermédio Deus manterá viva a semente de Abraão.
  • E o mais importante de tudo, era a visão de futuro que José tinha. Ele pediu que os seus ossos fossem levados para Canaã.
Conclui-se com esta última atitude de José que o que importa é estar na Terra Prometida, não importa se foi os teus pés que te levaram até lá, ou se só levarão seus ossos (Êxodo 13 - 19).
 
Para os tempos difíceis que virão, porque eles virão, devemos armazenar trigo, azeite e mel.
 
 
***************************************
 
Confirmação Histórica sobre  José.
Tumulo de JoséA Foto de ruínas acima, mostra o túmulo do patriarca José, na Palestina...
 
Comprovando a realidade da biblia – Parte 2 (...)
Breve Bibliografia de José
 
• Jacó casou-se com Raquel.
• Entre outros filhos ele teve Leví e José.
• Leví teve Coate e este teve Anrão
 
1865 Foto: Túmulo de José na Palestina
 
José o filho favorito de Jacó foi vendido pelos seus irmãos como escravo no Egito, mas ele veio a ser o vice-Faraó. Depois de 400 anos Moisés, levou consigo os ossos de José cumprindo uma promessa feita a ele pelos israelitas. (Ex 13:19)
 
Criar um Site Grátis    |    Create a Free Website Denunciar  |  Publicidade  |  Sites Grátis no Comunidades.net